Escolha uma Página

Histórias com exercícios gramaticais e de interpretação textual

A Lidel publicou em maio passado Os Destinos de Gabriel 1, o primeiro de três livros com as aventuras de um comissário de bordo brasileiro que nos dá a conhecer o seu país e a sua cultura através das viagens que faz quer em trabalho quer em lazer.

A obra é da autoria de Jorge Reis, professor de Português Língua de Herança (PLH) e Língua Estrangeira (PLE) em Gotemburgo, e destina-se a jovens e adultos com conhecimentos de português dos níveis A1/A2 (QECR). É composta por cinco histórias com exercícios de compreensão, léxico e estruturas gramaticais, e um pequeno glossário com explicações em inglês. Os exercícios são sobretudo perguntas fechadas, para que possam ser realizados pelos alunos de forma autónoma, havendo no entanto espaço para algumas abertas. Todas as histórias apresentam situações engraçadas do quotidiano que revelam traços típicos e hábitos do povo brasileiro e expõem o leitor a uma linguagem coloquial. São ilustradas e enriquecidas com o trabalho de Hanif Bahari.

 

Os cinco destinos

A primeira aventura, “Um dia louco em Recife”, com proposta didática de Reis, introduz o protagonista e decorre sobretudo entre a praia e o hospital, entre ambulâncias e caipirinhas, num ambiente ético, com um final surpreendente.

Em “Vergonha no Rio de Janeiro” Gabriel e a sua amiga argentina vão tomar um café e um açaí ao Forte de Copacabana, mas tudo se complica quando a conta chega. A proposta didática é da responsabilidade de Catarina Stichini, mestre em Português Língua Segunda/Língua Estrangeira e criadora da plataforma de aprendizagem online PortCast.

Em “Férias em Salvador” seguimos para o Carnaval da Bahia e o Pelourinho. Rodeados de soteropolitanos, por entre os blocos e os confetes, Gabriel, Natália e o antropólogo Francisco veem-se envolvidos num mistério no Museu Afro-Brasileiro. Proposta didática de Daniele de Oliveira, mestre em Linguística Românica e professora na Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Na quarta aventura, “Medo em Foz do Iguaçu”, Gabriel e a sua colega Jéssica levam-nos até um dos destinos mais românticos do planeta e mostram-nos o Parque Nacional de Iguaçu, as cataratas e a vida selvagem, como os quatis e as onças. Será que Gabriel e Jéssica sobrevivem a tanta natureza? Proposta didática de Catarina Stichini.

E as viagens terminam da forma mais inesperada com um “Pesadelo na Floresta Amazônica”, na companhia de botos, jacarés e piranhas! Proposta didática de Daniele de Oliveira.

 

Perguntas para o autor

Jorge, como surgiu a ideia para estas aventuras?
Tudo começou em 2013 quando tive a oportunidade de começar a lecionar português para adultos em uma escola de idiomas, em Gotemburgo. Sempre tive experiência com ensino de outras línguas, menos da minha própria. Percebi logo que havia uma grande falta de livros paradidáticos de PLE no mercado mundial, principalmente direcionados ao português com a variação brasileira. Coisa que não acontece com o inglês, o alemão ou o espanhol. Esses países investem pesado na divulgação de seus idiomas. Comecei a escrever as histórias para uso profissional, mas vi também que a língua portuguesa está crescendo no mundo e por isso também pensei em fazer a proposta à LIDEL: o que, para meu prazer, foi aceito imediatamente.

Com que objetivos foram pensadas?
No final daquele mesmo curso, tive a vontade de que meus alunos lessem algumas histórias, porém apareceram alguns empecilhos: geralmente histórias de nível inicial ou são escritas para crianças ou o nível gramatical já é algo mais avançado, o que dificulta e até mesmo pode tirar a motivação do aluno. Fiz o possível para acercar o português falado ao escrito nestas histórias, pois gostaria que o leitor aprendesse como o brasileiro fala no seu dia a dia nas diversas cidades brasileiras mas ainda mantendo o português gramaticalmente correto. Acho que consegui juntar exatamente tudo o que queria neste livro: um visual bonito graças às ilustrações do Hanif, histórias divertidas e de fácil assimilação para adultos ou jovens, exercícios interessantes para fixação do conteúdo e um glossário em inglês. É um livro universal que pode ser usado em sala de aula, ou em casa, individualmente pelo aluno motivado. É um excelente material para avaliar finais de cursos, para entretenimento, para enriquecimento cultural e o que mais a imaginação permitir.

Como definiria Gabriel, o protagonista das histórias?
Gabriel é um jovem que tem uma vida bastante agitada. Ele trabalha viajando e por isso está suscetível a diversas experiências interessantes e está em direto contato com a diversidade do Brasil.

O que podemos aprender sobre o Brasil, o seu povo e a sua cultura com estas viagens?
Como é já sabido, o Brasil é colossal. Diversidades culturais e linguísticas fazem parte do patrimônio do país. Sendo autor destas histórias, não poderia deixar de incluí-las e, como se trata de cultura, todo o vocabulário relacionado a isso está explicado em inglês, fato essencial para a compreensão do texto.

Para quando podemos esperar os próximos destinos de Gabriel?
As próximas histórias (níveis B1/B2) já estão saindo do forno. O produto final tardará, no mínimo um ano. Todo o livro é trabalhado minuciosamente a fim de manter a originalidade do português do Brasil e, por isso, deve ser revisado por um revisor que esteja morando no país, que não tenha qualquer influência da variação portuguesa. Nem eu mesmo sou a melhor pessoa para revisá-lo pois tenho muito contato com a variação portuguesa. Idioma não é a coisa mais interessante que tem no mundo?

 

Mais do que um simples manual

Com Os Destinos de Gabriel ficamos a conhecer o Brasil pelos olhos de um brasileiro viajado e curioso, e assim aprofundamos conhecimentos sobre diversos aspetos da cultura e sobre a linguagem do dia a dia. Uma aprendizagem tão fácil e divertida como todas deveriam ser, como uma viagem!

Folheie as primeiras páginas do livro, aqui.

Compre o livro, aqui.

Saiba mais sobre Jorge Reis, aqui.

 

Outras histórias do mesmo autor

 

Créditos

Imagem de destaque e ilustrações de Hanif Bahari gentilmente cedidas pela Lidel.

 

Com certeza conhece alguém que vai gostar d’Os Destinos de Gabriel! Ajude-nos a divulgá-los!

 

Catarina Stichini é professora há mais de vinte anos, tendo já lecionado do ensino infantil ao universitário. Em 2014, foi nomeada para o Prémio de Melhor Professor da Universidade de Estocolmo, na Suécia, país onde é atualmente professora de Português Língua de Herança. Dedica parte do seu tempo ao PortCast, uma plataforma para a aprendizagem de português através de podcasts. Tem um filho luso-sueco com 6 anos.