Língua, Cultura e Tolerância na Sala de Aulas

O desenvolvimento da competência comunicativa intercultural (CCI) é amplamente debatido nos dias de hoje também no que à educação e à aprendizagem de línguas diz respeito. (Gonçalves, 2016:9)

O Ensino de Língua e de Cultura

O Natal está aí à porta e é festejado de diversas formas, um pouco por todo o mundo ocidental. Os países de expressão portuguesa não são exceção e, correndo o risco inerente a todas as generalizações, cremos que é celebrado mesmo por muitos que não acreditando na tradição judaico-cristã sonham com a magia desta época, do Pai Natal e das renas.

Se considerarmos a heterogeneidade que costuma caracterizar as turmas de Português no estrangeiro, com crianças oriundas de países tão distantes como o Brasil, Angola, Portugal e Moçambique, facilmente concluímos que esta tradição constitui uma excelente oportunidade para abordar nas aulas aspetos como a cultura, os hábitos e os costumes, que poderão variar regionalmente ou apenas de acordo com a crença de cada família.

Segundo o Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas (2001:223), o ensino de língua deve estar intrinsecamente ligado ao ensino de cultura, assim contribuindo para a motivação do aluno, designadamente em virtude do interesse e pertinência dos temas e tarefas a desenvolver na aula, promovendo, desta forma, “um maior envolvimento por parte do aprendente.”

É neste sentido que aqui propomos uma abordagem intercultural desta temática, recorrendo a uma discussão mais ou menos profunda, de acordo com o nível etário e linguístico dos alunos, mas sempre comparando o que se passa na casa e nos países de origem e de acolhimento de cada aluno:

  • Como se celebra o Natal em tua casa? E em casa dos teus avós? É como aqui?
  • O que é típico no país onde vives e no país onde nasceste/nasceram os teus pais?
  • O que se costuma comer no dia 24 e no dia 25 de dezembro?
  • Trocam presentes? Quando? Como? Quem traz os presentes?
  • Escreves uma carta ao Pai Natal?
  • Costumas receber/enviar postais de Natal?

 

Pretendemos, pois, que se tragam para a sala de aula e aí se validem os conhecimentos prévios dos alunos sobre as demais tradições e costumes típicos da época, deste modo enriquecendo os alunos com as diferentes visões do mundo apresentadas e, simultaneamente, contribuindo para a solidificação de questões identitárias. Segundo Bizarro e Braga (2004:58), a educação intercultural dar-se-á precisamente “quando o professor ajuda o educando a descobrir-se a si mesmo”. Tencionamos, assim, promover o diálogo entre as diferentes culturas com as quais os alunos estão em contacto, promovendo o desenvolvimento de uma competência comunicativa intercultural, pois se o aluno conhecer o Eu através do reconhecimento dos próprios valores, será capaz de compreender o Outro a partir do seu ponto de vista (Gonçalves, 2016:102).

Para que esta discussão assuma o seu devido espaço de uma forma lógica e lúdica, sugerimos que seja integrada no desenrolar de diversas atividades, como as que pensamos para os nossos alunos de Português Língua de Herança que frequentam o Ensino Básico na Suécia e que expomos abaixo. Todas elas têm os seguintes objetivos:
– promover a comunicação em português, na sala de aulas, mas também em casa e em família, de forma pedagógica e lúdica;
– desenvolver a competência leitora;
– aprofundar os conhecimentos dos alunos sobre os países de expressão portuguesa, suas culturas e diferentes hábitos e costumes natalícios;
– desenvolver a área lexical e o repertório musical relacionados com a época;
– discutir questões identitárias, ajudando o aluno a refletir sobre o Outro e a definir a sua própria identidade;
promover a interculturalidade e o respeito pelos outros;
– promover a literacia digital.

Atividades para abordar o Natal na sala de aulas

1) Calendário de Português

Aproveitando a tradição sueca dos calendários de Natal, criamos um Calendário de Português em que o aluno e os pais têm de resolver uma tarefa em português, de 1 a 24 de dezembro.
Este calendário pode assumir diferentes formatos. Aqui apresentamos dois em formato digital, um com mensagens de texto (SMS) e outro a ser enviado por correio eletrónico.

Calendário em Português por SMS
Concretização
Todos os dias, por volta das sete da manhã, os pais recebem um SMS com uma tarefa que devem resolver com os filhos até ao final do dia. Pode ser uma adivinha, rimas para completar, perguntas triviais, etc.
No fim do dia, os alunos/pais devem enviar a resposta por SMS à professora. As respostas são discutidas nas aulas, recebendo os pais um mail com todas as soluções, para ler com as crianças depois do dia 24.

Material
– 24 tarefas/presentes 😉
– Telemóvel

 

 

Calendário em Português por Mail
Concretização
Todas as semanas, na sexta-feira ao final do dia, os pais recebem um mail com as tarefas semanais que devem resolver com os filhos até à sexta-feira da semana seguinte. Tal como com o calendário por SMS, as tarefas podem ser uma adivinha, rimas para completar, perguntas relacionadas com a quadra natalícia, escrita de um pequeno texto, entre outros.

Material
– 24 tarefas
– Computador

Tarefas possíveis
Dia 1: A que associas o Natal? Diz três coisas.
Dia 2: Qual é o intruso nestas sobremesas de Natal? Bolo-rei – bolo de canela – Tronco de Natal – leite creme
Dia 3: Que nomes existem em português para o velhinho que distribui presentes na véspera de Natal? Diz dois.
Dia 4: Qual a cor típica do fato do Pai Natal/Papai Noel?
Dia 5: Qual o meio de transporte do velhinho que distribui presentes na véspera de Natal? E que animal o ajuda?
Dia 6: Quantas são e quais são os nomes em português das renas que ajudam a distribuir os presentes no Natal?
Dia 7: Diz 8 coisas que usamos para enfeitar a casa no Natal.
Dia 8: Qual a cor das longas barbas do Pai Natal/Papai Noel?
Dia 9: Em que estação do ano se celebra o Natal nos diferentes países de expressão portuguesa: Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe, Timor-Leste?
Dia 10: Antes da véspera de Natal, onde escrevemos os presentes que desejamos?
Dia 11: Qual o nome da árvore enfeitada na altura do Natal?
Dia 12: Em que dia é celebrado o Natal?
Dia 13: Que expressão corresponde a “Glad Jul” em português?
Dia 14: Quantas consoantes tem a palavra Natal?
Dia 15: Qual a peça de vestuário que se costuma deixar na lareira na véspera de Natal?
Dia 16: Certas pessoas, enviam à sua família e seus amigos um cartão com mensagens natalícias, qual o nome desse cartão?
Dia 17: Onde é que o Pai Natal/Papai Noel deixa os presentes de Natal?
Dia 18: Como se chama a representação com pequenos bonecos do nascimento de Jesus?
Dia 19: Quantas sílabas tem a palavra PRESENTES?
Dia 20: Como se chamam os três reis que, segundo a tradição cristã, levaram presentes a Jesus quando ele nasceu? E que presentes levou cada um?
Dia 21: Que objeto costumamos pôr no cimo da árvore de Natal?
Dia 22: Diz cinco palavras que rimem com Natal.
Dia 23: Qual destes pratos não é típico do Natal? Peru, bacalhau, polvo, borrego.
Dia 24: Canta a canção de Natal que ensaiamos nas aulas de português.

2) Dominó e jogo de memória natalícios

Com o objetivo de alargar o vocabulário dos mais novos, criamos um dominó e um jogo de memória natalícios. A ideia é apresentar os jogos ao aluno em sala de aula e depois oferecê-lo com o intuito de que em casa pratique também o vocabulário com a família.
Este dominó funcionará como o típico jogo, mas desta vez os alunos terão de associar imagens lúdicas a esta temática.

Concretização
Em sala de aula, os alunos deverão completar o dominó, mencionando sempre as peças que utilizam (estrela-estrela, estrela-Pai Natal, etc.). Se houver oportunidade, poderão formar-se equipas.
De forma a atribuir um cariz intercultural ao jogo, ao longo do mesmo deverão ser discutidas questões como:
– Também usam estrelas no país dos teus pais? Está muito escuro?
– Que presentes se costumam dar no país dos teus avós: coisas para o frio ou coisas para a praia?
– Vocês costumam usar pinheiros de Natal a sério? Vão buscá-los à floresta?
– Na tua família têm o hábito de pendurar uma meia na lareira? Acendem a lareira?

Material
– Peças do dominó

 

– Peças do jogo de memória

 

3) Troca de postais de Natal

Recuperando uma tradição natalícia que é cada vez mais rara, sugerimos a troca de correspondência entre turmas de Português de diferentes zonas/países.

Concretização
Os professores envolvidos no projeto decidem o número de turmas que participarão na troca de correspondência. Nas aulas, cada turma faz um postal de Natal a enviar para outra turma de outro professor.
Os postais devem ser enviados no início de dezembro, para que os alunos os recebam antes de irem de férias.
O conteúdo dos postais deve, de alguma forma, referir hábitos e costumes natalícios, para que estes possam ser debatidos em aula por quem os recebe.
Os alunos devem também procurar informação on-line sobre o local de onde veio o postal, consultando mapas e sites informativos.

Material
– Papel/cartão, lápis, tesoura, cola, etc.
– 1 envelope + 1 selo dos correios por turma

Exemplo de um postal de Natal que pode ser realizado pelos alunos:

Easy Holiday Cardshttps://krokotak.com/2016/12/easy-holiday-cards/

Posted by krokotak on Monday, December 5, 2016

 

4) Canções de Natal

Aproveitando os recursos existentes na internet tanto em Português do Brasil como em Português Europeu, sugerimos que se trabalhem algumas das canções desta época na sala de aulas.

Concretização
De acordo com o tempo de que dispõe, o professor poderá:
– solicitar aos alunos que perguntem aos pais que canções cantavam em pequenos, para depois as cantarem em conjunto nas aulas;
– escolher uma ou duas canções de Natal a trabalhar e ensaiar nas aulas.
Os exercícios a realizar com estas canções podem ser vários, como por exemplo:
– preenchimento de espaços vazios;
– ordenação correta dos versos da canção;
– colocação de imagens pela ordem em que são mencionadas na canção (ideal para os alunos que ainda não sabem ler);
– karaoke das músicas que têm a letra no vídeo;
– repetição de alguns versos ou do total da canção. Os versos podem ser divididos entre os alunos, ficando cada um deles responsável por cantar parte da canção ou apenas o refrão, por exemplo.

Material
– Acesso à internet
– Computador/iPad

Exemplos de canções
Em PB:
Música de natal Galinha Pintadinha 2017
É Natal (Leãozinho Voador) 
Palavra Cantada – Lá vem Papai Noel

 

Em PE:
A todos um bom Natal 
Pinheirinho, pinheirinho
A rena de nariz encarnado – Rodolfo 

 

5) Podcasts preferidos

Não será de todo original trabalhar a temática do Natal com base em textos, sejam eles orais ou escritos. No entanto, acreditamos que a qualidade do texto apresentado influenciará o grau de reflexão e de empenho de cada um e, logo, a qualidade do trabalho a realizar. Por isso, sugerimos alguns podcasts a que costumamos recorrer, por facilitarem a discussão intercultural.

Concretização
Os podcasts podem ser trabalhados na sala de aulas, devendo o professor desenvolver atividades antes, durante e depois da audição e leitura.

Antes da audição
Possíveis perguntas para iniciar a discussão:

  • O que relacionam vocês com o Natal? Como o festejam?
  • Será que o Natal se festeja da mesma forma em todos os países?
  • Podem dar algum exemplo de costumes diferentes?
  • Vamos ouvir o relato de uma jovem filha de mão portuguesa e pai do Norte da Europa, que vai passar o Natal a Lisboa. O que acham que ela vai referir?
  • Vamos ouvir o relato de uma senhora sobre o Natal em casa dos seus pais, em Lisboa, quando ela era criança, nos anos 50. Como acham que o Natal era festejado na altura? De que se lembrará ela?

Durante a audição
– De acordo com o nível dos alunos, o professor pode optar por utilizar o texto escrito desde a primeira audição ou deixar os alunos ouvirem o podcast inicialmente sem outro apoio.
– O professor pode apresentar o texto desordenado e pedir ao aluno que o coloque na ordem correta, à medida que o ouve.
– A versão completa dos PortCasts vem com um glossário, exercícios de compreensão auditiva e escrita, gramática e vocabulário.

Após a audição
O professor pode promover a discussão mais profunda do assunto dos podcasts e pedir aos alunos que escrevam um texto referindo a sua própria experiência ou inventando uma estória semelhante.

 

Exemplos de podcasts
A caminho do Natal, relato da jovem Joana, filha de mãe portuguesa e pai estrangeiro, sobre a chegada a casa dos avós maternos em Lisboa, para o Natal.
Versão gratuita: leitura lenta e texto, aqui.
Versão completa, 1,49 €: leitura mais normal, texto, glossário, exercícios e soluções, aqui.

Véspera de Natal, Rosário recorda como o Natal era celebrado em casa dos seus pais quando era criança, nos anos 50. Texto autêntico.
Versão gratuita: leitura lenta e texto, aqui.
Versão completa, 1,49 €: leitura mais normal, texto, glossário, exercícios e soluções, aqui.

 

 

Tal como Mendes (2015:212), nós também acreditamos que “dissociar a língua da vida, do que as pessoas fazem e pensam, de toda a dimensão cultural e histórica que as abriga é torná-la sem vida, sem sentido, sem função.” E vocês?

 

Bibliografia

Bizarro, R.; Braga, F. 2004. “Educação intercultural, competência plurilingue e competência intercultural: novos desafios para a formação de professores de Línguas Estrangeiras.” Estudos em homenagem ao Professor Doutor António Ferreira de Brito. Faculdade de Letras da Universidade do Porto, (2): 823-835. Disponível, aqui.

Conselho de Europa. 2001. “Quadro europeu comum de referência para as línguas – Aprendizagem, ensino, avaliação)”. Ministério da Educação / GAERI (coord.). Porto: Edições Asa. Disponível, aqui.

Gonçalves, L. 2016. “Uma abordagem intercultural ao ensino do Português na China continental.” Porto: FLUP, Tese de Doutoramento. Disponível, aqui.

Mendes, E. 2015. “A ideia de cultura e sua atualidade para o ensino-aprendizagem de LE/L2.” Entre Línguas – Ensino e aprendizagem de línguas estrangeiras modernas, 1 (2): 203-221. Disponível, aqui.

 

Tem mais sugestões para abordar o Natal de forma intercultural nas aulas de Português no estrangeiro?
Escreva nos comentários!

 

Catarina Stichini é professora há mais de vinte anos, tendo já lecionado do ensino infantil ao universitário. Em 2014, foi nomeada para o Prémio de Melhor Professor da Universidade de Estocolmo, na Suécia, país onde é atualmente professora de Português Língua de Herança. Dedica parte do seu tempo ao PortCast, uma plataforma para a aprendizagem de português através de podcasts. Tem um filho luso-sueco com 6 anos.

Helena Vasconcelos é formada em Línguas Clássicas (Latim e Grego) e Modernas (Português e Espanhol). Já deu aulas a públicos tão diferentes como estudantes da Universidade de Aveiro e meninos de rua em Angola. Atualmente é professora de Espanhol e Português, na Suécia, país onde reside desde 2014.

Telma Rodrigues é professora de Português Língua Estrangeira na Universidade de Estocolmo, e de Português Língua de Herança, na Suécia. É colaboradora do Centro de Língua Portuguesa da Universidade de Estocolmo, Camões I.P. e do PortCast, uma plataforma para a aprendizagem de português através de podcasts.